imagem para ilustrar conteudo que trata sobre cuidados com o amortecedor do carro

Publicado em: 26 de março de 2021

Cuidando do amortecedor do carro com estas dicas-chave

Nada melhor do que pegar a estrada em um carro espaçoso, seguro e, sobretudo, confortável. Afinal, para aqueles que são apaixonados por viajar, não é só o destino que importa. Também espera-se que o trajeto seja uma parte agradável da experiência.

No entanto, basta um pequeno problema para fazer desse um momento que beira a tortura e deixa todo mundo cansado por horas. 

Se você é um motorista mais experiente, já imagina onde está o problema, se é novato mas costuma concentrar-se e sentir o veículo, também não é diferente.

Provavelmente, a suspensão está sofrendo porque os amortecedores não estão dando conta do recado.

Para chegar nesse extremo você, provavelmente, desleixou com a manutenção preventiva e não prestou atenção aos sinais. 

Quais são os tipos de problemas que a falta de manutenção no amortecedor do carro pode causar?

Não cuidar do amortecedor do carro e, por conseguinte, da suspensão, gera transtornos que vão dos mais leves, como a convivência com os trancos dos buracos e obstáculos das ruas, até o risco de suscitar um acidente bastante grave.

Além disso, a dirigibilidade não é cômoda e o desempenho fica completamente prejudicado. Os pneus perdem a aderência ao solo, e uma manobra de frenagem pode não funcionar, resultando na inevitável perda do controle da direção. O mesmo ocorre nas curvas, nas quais você notará um manuseio mais difícil.

Não deixe chegar a este ponto. Nada vale mais do que a segurança daqueles que estão percorrendo o mesmo caminho que você  – seja como passageiros ou como demais usuários das vias.

Vida útil: existe prazo de validade?

É comum encontrar entre os fabricantes um consenso de que o amortecedor do carro necessita de troca a cada 50 ou 70 mil quilômetros rodados.

Porém, não é bem assim.

Isso vai depender muito da sua utilização. Se o tipo de terreno pelo qual você costuma passar for bastante acidentado, prepare-se para uma substituição mais frequente do que isso. Do contrário, é possível, inclusive, que a peça dure mais.

Vejamos a seguir como saber se o amortecedor do carro está ruim.

Quando trocar o amortecedor do carro? Faça o teste!

Você não precisa de uma tecnologia extremamente avançada, para descobrir se o amortecedor do carro está precisando de manutenção.

Na verdade, a sua principal ferramenta é a observação. Faça o seguinte:

Vá até o seu carro. Cada amortecedor fica posicionado nas extremidades. Empurre o paralama ao máximo (com as mãos mesmo) para baixo e observe os seguintes comportamentos:

  1. Se o veículo acompanhou o seu movimento para baixo e, quando você soltou, ele só fez um movimento de volta, sem balançar, é sinal de que está tudo certo;
  2. Se ao parar de forçá-lo para baixo, o veículo balançar mais de uma vez, é o indício que você precisa para saber que há um problema inicial.

Quais são os sinais que o veículo dá?

1 – Verifique se há óleo vazando: para constatar o problema, erga a coifa do amortecedor e verifique se há indícios do líquido;

2 – Faça o teste que indicamos para entender se há perda da pressão: assim você consegue saber se o desgaste já está ocorrendo e fica mais fácil saber indicar o defeito ao mecânico;

3 – O problema também pode estar na mola: ela é responsável por sustentar o peso do veículo, parado ou em movimento, trabalhando em conjunto com o amortecedor neste último caso. Um jeito simples de saber se há problemas, é fazer um comparativo, verificando se um carro igual ao modelo do seu está mais alto. Caso sua constatação seja positiva, significa que a mola “arriou”.

4 – Sujeira e ferrugem: se há acúmulo de resíduos ou você notar corrosão, corra para trocar tanto a mola quanto o amortecedor.

Que itens do veículo podem ser prejudicados pela falta de cuidado?

Além do risco à vida, o prejuízo financeiro poderá ser grande, sem dúvidas. Caixa de direção, bandeja, batentes, coxins do amortecedor. Será uma reação em cadeia sem fim e extremamente cara. Acredite, vale muito mais a pena investir em manutenção preventiva.

Como trocar o amortecedor do carro? Ouça a voz da experiência!

Você não deve tentar economizar, evitando ou postergando a visita a um especialista. Mesmo que existam tutoriais na internet, evite-os. Isso porque trocar o amortecedor do carro sem conhecimento técnico pode ocasionar um problema maior, e o custo será enorme para consertá-lo. 

Procure um mecânico de boa reputação, fale de sua desconfiança e peça uma avaliação total. Manutenção preventiva é a chave para a vida útil do seu veículo (e também para a sua valorização no mercado de usados).

_

Quer trocar o seu usado com a melhor avaliação do mercado? Então, venha até a Geração Hyundai mais próxima fazer um test drive no HB20 Nova Geração e no Creta. 

Permita-se surpreender com a tecnologia e o conforto que somente a Hyundai pode lhe proporcionar.

Deixe um comentário!

comentários