Rastreador de veículos vale a pena

Rastreador de veículos: será que vale a pena tê-lo no seu?

No mercado, há uma gama variada de tecnologias capazes de proporcionar mais segurança e conforto no dia a dia do trânsito. Uma delas, especificamente, foi criada para reduzir a ansiedade e o medo de circular por aí: o rastreador de veículos.

Esse dispositivo é bastante eficiente em casos de roubos ou furtos, muitas vezes permitindo que o bem seja recuperado sem grandes dificuldades. 

Porém, a tranquilidade infelizmente não é o único atributo importante. Existem alguns pontos a serem considerados antes de você optar por adicioná-lo, já que as suas desvantagens podem ser bastante relevantes nesta tomada de decisão.

Qual é a tecnologia por trás do rastreador de veículos?

Basicamente, o rastreador de veículos permite o monitoramento ininterrupto sobre a localização. E a informação é revelada, praticamente, em tempo real.

Alguns sistemas e equipamentos são capazes de tornar isso possível: satélites, radiofrequência e frequências de redes de telefonia. 

Entre as três opções, você deve estar na dúvida de qual lhe atenderia melhor, né!? Pois bem, veja um breve resumo sobre cada uma delas.

A radiofrequência é a tecnologia mais antiga em uso no rastreamento veicular da atualidade

Desde a Segunda Guerra Mundial, essa antiga inovação permanece mantendo a sua importância. Depois de diversas atualizações que ocorreram ao longo do tempo, hoje os dados são armazenados em microchips extremamente precisos. No entanto, seu alcance é limitado e as interferências atmosféricas podem ser uma pedra no sapato, já que podem facilmente derrubar o sinal.

GPS em rastreador automotivo, funcionando a partir de satélites que orbitam o Planeta

Diferente da radiofrequência, o sistema GPS via satélite é imune às interferências da atmosfera. Ou seja, condições adversas da meteorologia não serão vetores de mau funcionamento.

O ponto positivo é a impressionante precisão para a localização. O negativo, é que os dispositivos não são tão pequenos, e necessitam de antena. Além disso, túneis e subsolos podem ser barreiras para o pleno funcionamento.

A alternativa mais certeira: GSM/GPRS

Você já ouviu falar delas, por causa dos celulares. Lembra!? E não é para menos! Elas usam a frequência das redes de telefonia celular.

São resistentes e as mais adotadas por usuários e companhias de seguro.

Para operar, assim como nos celulares, é necessário o uso de um chip!

E isso é excelente, pois além de aumentar a área de cobertura, ao substituir os rastreadores não há perda de dados. Já a função principal do GPRS é garantir estabilidade na transferência deles. Juntos, ambos formam uma equipe inabalável.

Bônus!

Destaque para a vantagem proporcionada pelo tamanho pequeno dos dispositivos – fáceis de camuflar –  e a cobertura via satélite que não falha, mesmo em lugares bastante fechados (como túneis).

O seguro realmente fica mais barato se houver um rastreador de veículos instalado?

A resposta para isso é sim, porém, nem sempre isso reflete uma grande vantagem. É que, geralmente, é necessário pagar uma mensalidade para manter o rastreamento ativo, além de seu custo de instalação não ser nada barato.

Então, reflita sobre a real necessidade de ter os dois.

Se você está garantindo com uma seguradora o recebimento de uma indenização para o caso de seu HB20 Nova Geração ou Creta – por exemplo – ser furtado ou roubado, de que vale ter um rastreador de veículos? A dica é, preste atenção nas cláusulas do texto que você está assinando.

Além de tudo, a cobertura do seguro pode ser bastante conveniente em diversas outras situações. Por esse motivo, o rastreador veicular não a substitui de forma nenhuma.

SERÁ QUE O PERCENTUAL DE DESCONTO NO SEGURO É SIGNIFICATIVO?

Algumas apólices podem dar até 30% de desconto, mas o que vale mesmo é colocar na ponta do lápis e fazer a conta para entender se a redução realmente vale a pena.

Quais são as vantagens de instalar um rastreador veicular?

Além de poder monitorar o seu veículo a qualquer hora, a partir de um aplicativo em seu smartphone, os maiores benefícios são o menor valor do seguro e, neste sentido, a exclusão da análise de perfil – o que quer dizer que não importa quem está dirigindo, a cobertura será garantida.

Isso ocorre porque com um localizador veicular, as chances de encontrá-lo são altíssimas, reduzindo o risco da perda.

E as desvantagens?

Como toda a tecnologia, o rastreador de veículos poderá falhar. De mais a mais, ele não é a garantia da volta do bem para você. E o que isso sugere? Sim, um seguro ainda é a melhor opção para deixar a sua vida no trânsito mais tranquila.

5 dicas rápidas para você escolher seu rastreador veicular

1 | Dê atenção para as informações essenciais de funcionamento do equipamento e do serviço

As formas de pagamentos, as despesas com manutenção e o tempo de cobertura são as primeiras informações que você precisa para considerar suas opções.

2 | Busque aparelhos homologados pela Anatel

Há dispositivos que não são certificados. Sendo assim, você não terá nada que ateste as suas reais qualidades, o que é um indiscutível sinônimo de prejuízo. Em alguns casos, o problema poderá ser bastante grave. Para facilitar sua decisão, basta imaginar o pior acontecendo e o aparelho deixando você na mão. Vale a pena o risco?

3 | Reflita sobre sua real necessidade de um rastreador veicular

Será que o seu seguro já não é suficiente? Dê uma olhadinha em seu contrato e pense em todas as situações ruins que você puder. Se o prêmio acordado contempla uma boa extensão destas fatalidades e complicações, você não precisará de um rastreador.

4 | Observe a tecnologia adotada

Os diferentes modelos do mercado atuam com sistemas específicos. Volte nas informações que lhe apresentamos há algumas seções, e selecione o que mais faz sentido para você.

5 | Monitorar seu veículo precisa ser fácil

Praticidade! Essa característica nas plataformas de acesso é essencial. Veja as facilidades proporcionadas, como a existência de aplicativos, e fuja das dores de cabeça causadas pela frustração da ineficiência de um sistema que deveria lhe deixar despreocupado.

Gostou do conteúdo que a Geração Hyundai preparou para você? Temos certeza que você sairá daqui caminhando para uma decisão que realmente faça sentido, e não lhe prejudique.

Deixe um comentário!

comentários